Ame os amigos, os inimigos ainda mais!

plena-idade-cronicas-do-cotidiano

Ame os amigos, os inimigos ainda mais! Os primeiros nos aceitam como somos, os outros não!
Enquanto os amigos representarem apenas continuação, os inimigos podem representar renovação.
Permanecer como somos por tempo demasiado mata em nós possibilidades inúmeras de um aprimoramento que é necessário e fundamental.
Não que sejamos obrigados a dar respostas a todos os que nos destratam, mas numa atitude consciente de lhes mostrar o melhor de nós por vezes se mostra um achado valioso demais.
Somos sempre melhores do que pensamos e podemos nos comportar bem melhor do que temos nos comportado!
A cada novo olhar, dum possível amigo ou inimigo estamos a mercê de um juízo de valor muito pessoal, mas o nosso contrapor representa sempre um passo a mais… Sua mais valia será se este passo for positivo e para frente.
As direções dos passos, bem como decisões e pensamentos, sentimentos são individuais e intransferíveis, mas penso que um recuo pode ser salutar exceto se não representar uma fuga ou alheamento.

Assim o embate entre pares e entre pessoas não tão afins é salutar e de extrema importância para o crescimento de cada e todo indivíduo.

Fica claro que dependemos de ter um certo grau de entendimento e discernimento, estarmos desprendidos de orgulhos e vaidades para podermos divisarmos em quem se contrapõem á nós a sua própria vaidade, seu orgulho, maldade e inveja. O outro pode estar lançando em nós a sua própria incapacidade de viver…

Somente assim poderemos ver nos inimigos oportunidades novas para o nosso crescimento individual e espiritual.

Tem horas que aqueles que chamamos de inimigos estão cheios de razão ao se oporem a nós!

Ame os amigos, os inimigos bem mais…

Só que todo amor demasiado, como todo ódio desmensurado, que cause cegueira não é bom, nem promoverá o bem.

não deixede ler no proxima edição da revista digital Plena Idade as Crônicas de Edvaldo Rosa 

plena-idade-edvaldo-rosa