plena-idade-fortaleza-2

Férias: um bem necessário

Férias, aquela tão sonhada férias é um período de descanso anual que todos nós, trabalhadores e estudantes temos o direito de goza-la.

As férias podem ser solicitadas em qualquer época do ano, de acordo com o direito do trabalhador e de suas necessidades. Mas o que vemos usualmente, são os casais que têm filhos organizando-se para usufruírem de suas férias no período das escolares que são instituídas nos meses de julho e janeiro com o intuito de reunir a família numa temporada de felicidades e coisas boas.
Independente de quando ela vai ocorrer, as férias são sempre um evento muito esperado, sonhado e desejado , afinal ninguém é de ferro. Uma pausa na rotina, com o incremento de uma dose de novidade faz muito bem a saúde física e mental. O descanso esperado permite que façamos reflexões que a rotina diária impede. Desligar o piloto automático e ter a oportunidade de entrar em contato com seu próprio eu, é substancialmente necessário. É o que nos proporciona equilíbrio emocional e ninguém é completamente feliz longe de si mesmo. As obrigações e compromissos do dia a dia muitas vezes para algumas pessoas, senão todas para outras, impede essa aproximação com seu eu interior; e como agente de saúde mental, digo e assino embaixo que esse encontro é obrigatoriamente necessário acontecer, porque senão estamos sujeitos a adoecer, a perder a direção e o sentido da vida. Esse intervalo chamado férias, permite que a criatividade resurja, que as ideias se renovem e que atitudes sejam repensadas. Por que não tirar férias das dores, tristezas, lamentações e decepções? Por que não deixar em suspenso certos problemas, se livrar de determinados sentimentos e jogar pela janela situações que nos apegamos e que já não servem mais. Por que não? Férias é época de renovação e refazimento. 

Férias é tamém passar um tempo com a família, brincar com as crianças, assar um bolo, reunir os amigos, inventar novas comidas é tão necessário quanto o ar que respiramos. Os projetos anteriormente idealizados, bem como os novos projetos, vamos admitir, são melhores pensados e avaliados se pudermos estar sentados de frente ao mar, sentindo a brisa bater levemente em nossos rostos e o ar entrando suavemente em nossos pulmões. Momentos assim adoeçam a vida e reestabelecem a nossa saúde, nos dando a convicção de que vale a pena continuar.

Mas como tudo na vida tem o seu começo, meio e fim, as férias também acabam. E você poderia até se questionar se a vida não seria mais interessante e maravilhosa se as férias durassem de janeiro a janeiro até o mundo acabar. Mas o trabalho é uma grande sacada, porque é ele que dá sentido ás férias. Imagina que chato seria se todos os dias fôssemos forçosamente convidados a ficar na ociosidade, sem nada fazer, sem nada aprender, sem nada criar. Parafraseando Shakespeare: “Se o ano todo fosse de férias alegres, divertirmo-nos tornar-se-ia mais aborrecido do que o trabalho”. Por isso as férias são tão esperadas e desejadas, justamente porque ela acaba. Existe tempo para tudo na vida e agora é tempo de férias. Vamos aproveitar

cristiane carvalho.2Cristiane Carvalho

PSICOLOGA 

email  – criscarvalhopsico@gmail.com
Cel:  015— 99755-4334 | Clínica  015—3016-2241

Cristiane Carvalho estara publicando seus artigos todos os meses em nossa Revista Plena Idade